Polícia Federal cumpre mandados em operação contra fraudes no auxílio emergencial em Feira de Santana

A Polícia Federal (PF) iniciou, na manhã desta quarta-feira (3), uma operação para combater fraudes no auxílio emergencial. Mandados de busca e apreensão são cumpridos em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador. Além disso, a Justiça também determinou o afastamento do sigilo bancário e sequestro de bens dos envolvidos. No total são R$ 50 mil bloqueados por determinação judicial. As investigações da Operação Parcela começaram em 2021, a partir de contestações feitas por reais beneficiários na Caixa Econômica. Ao todo foram identificadas fraudes em 16 contas do auxílio emergencial, no aplicativo Caixa Tem. Esses valores eram depositados e transferidos imediatamente para pagamentos de boletos bancários, emitidos em nome de terceiros. Em seguida, os valores eram encaminhados aos fraudadores. De acordo com a Polícia Federal, o prejuízo inicial é de R$ 9.600. Esse valor pode aumentar no decorrer das investigações. Além de agentes da PF, participam também da operação o Ministério Público Federal (MPF), Ministério da Cidadania, Caixa Econômica e a Receita Federal. A Controladoria-Geral da União e o Tribunal de Contas da União também fazem parte da ação. Os investigados responderão pelos crimes de furto qualificado mediante fraude. (G1).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.