Ainda sem vice, PDT oficializa candidatura de Ciro Gomes

O PDT oficializou, nesta quarta-feira (20), a candidatura de Ciro Gomes (CE) à Presidência da República, em evento realizado na sede oficial do partido, em Brasília. Essa é quarta vez que o ex-governador do Ceará concorrerá à Presidência. Ciro é o primeiro a ter a candidatura oficializada, já que, de acordo com o calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), hoje é o primeiro dia para a realização das convenções partidárias para oficialização de candidatos. A campanha de Ciro Gomes afirma que a escolha por lançar logo na primeira data do calendário eleitoral foi para “aproveitar ao máximo o período eleitoral”. Apesar da oficialização, a campanha para “pedir votos” só poderá ser feita a partir de 16 de agosto, que é quando começa o período de propaganda eleitoral. Com o nome do cearense oficializado, agora o partido trabalha para definir que vai ser o candidato à vice-presidente da chapa. Sem a coligação formal com outras legendas, a campanha avalia adiar o registro da candidatura no TSE para conseguir mais tempo para negociar uma possível aliança com outras siglas. Se isso não acontecer, a sigla vai escolher um nome interno para a chapa. A escolha da vaga de vice ficou para 5 de agosto. Com o lema ‘Prefiro Ciro’, a campanha do cearense vende uma candidatura como alternativa à polarização entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL). Por isso, o pedetista se apresenta ‘contra esse sistema’. Ciro Gomes está com 8% das intenções em 2022, de acordo com o último levantamento do instituto Datafolha, atrás de Lula e Bolsonaro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.