Hospital de Campanha da Arena Fonte Nova é desmobilizado

O Hospital de Campanha da Arena Fonte Nova foi desmobilizado. A unidade atendia exclusivamente pacientes com a Covid-19 e possuía leitos clínicos e de UTI. O hospital funcionou em dois períodos na arena esportiva, em Salvador. No ano de 2020, no período de 7 de junho a 16 de outubro, e em 2021, de 4 de março a 6 de setembro. A unidade atendeu 2.840 pacientes. Com a desmobilização do hospital, que chegou a contar com 200 leitos, os equipamentos serão redistribuídos para as diversas unidades de assistência da rede da secretaria da Saúde do estado (Sesab). A pasta informou que apenas o tomógrafo ficará até dezembro no espaço cedido pela Arena Fonte Nova, caso haja uma eventual necessidade de reativação da unidade. Além do equipamento, a rede de gases também será mantida. A secretária em exercício da Saúde, Tereza Paim, explicou que as atuais taxas de internações e a redução da demanda por atendimento hospitalar para pacientes Covid-19 permitiram a desmobilização do Hospital da Arena Fonte Nova. “Fazemos avaliações diárias da situação epidemiológica no estado e verificamos que poderíamos, no momento, desmobilizar a unidade sem prejuízo para assistência ao paciente com Covid-19”, afirma. De acordo com Tereza Paim, o Estado está atento para o caso de surgir novamente a demanda. Atualmente, a Bahia conta com 905 leitos de UTI adulto e 897 leitos de enfermaria adulto destinados para o atendimento a pacientes com diagnóstico de Covid-19. Esses números já chegaram a 1624 leitos de UTI adulto e 1835 leitos clínicos. “Ainda que o total de leitos tenha sido reduzido, a taxa de ocupação está em níveis seguros”, aponta Tereza Paim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *