Tenente da Rondesp é morto durante tiroteio em Salvador

Um tenente de Polícia Militar foi morto a tiros na noite de domingo (12) em Cosme de Farias. Equipes da 58ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e da Rondesp faziam ronda por volta das 20h na Rua Araçatuba, no Alto do Cruzeiro quando foram surpreendidos por um grupo com dezenas de homens armados. O PM Mateus Grec de Carvalho Marinho, 35 anos, foi baleado na região do tórax. Socorrido ao Hospital Geral do Estado (HGE), Mateus não resistiu e acabou morrendo. Na mesma ação, um suspeito foi baleado e também morreu. Com ele foi apreendida uma pistola calibre 45. “Nossas equipes foram atacadas por um grupo de cerca de 20 a 30 homens armados, com armas de fogo semiautomática e automáticas. Durante esse enfrentamento, o tenente Mateus Grec veio a ser atingido e veio a óbito. Foi atingido na abertura do colete a prova de balas, lateralmente”, disse à TV Bahia o major Valdino Sacramento. O policiamento foi reforçado na região do bairro. Uma base comunitária está no local. “Trouxemos um aporte ainda maior para região, o que já estava intensificado ficará mais ainda. Não existe prazo para terminar. vamos dar uma resposta mais incisiva à marginalidade”, acrescentou.O tenente Grec era lotado na Rondesp Atlântico e estava na PM há cerca de 8 anos. Ele deixa esposa. Em nota, a PM lamentou a morte. O sepultamento será realizado hoje, no cemitério Bosque da Paz às 14h.Em um dos últimos posts feito em rede social, Mateus publicou uma foto fardado celebrando a apresentação de um fuzil. “Apresentar o primeiro fuzil da Rondesp atlântico foi uma realização pessoal. É lama, é mato, chuva, é charco. Menos um fuzil na área, menos um perigo para nossos irmãos policiais”, escreveu. “É isso que estamos enfrentando todos os dias. No mais, agradeço muito ao meu pelotão. Tem sido uma experiência, incrível, irmãos”, escreveu Depois da morte do PM, um dos suspeitos ainda fez uma família refém no Alto do Cruzeiro. Três adultos e três crianças foram mantidos na casa durante negociação com a polícia. A situação acabou por volta das 23h. A morte de Mateus foi a segunda de policial militar no final de semana na Bahia. Na madrugada do sábado, em Porto Seguro, no sul baiano, o soldado Antonio Elias Matos Silva, 31 anos, foi morto durante abordagem a duas pessoas, que reagiram atirando. Antonio foi atingido e encaminhado ao hospital Regional de Eunápolis, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *