MS começa compensar doses não entregues à Bahia

O Ministério da Saúde vem repondo doses de vacinas que não haviam sido entregues à Bahia. O estado chegou a registrar uma defasagem de mais de um milhão de imunizantes contra a Covid-19. De acordo com a secretária interina da Saúde, Tereza Paim, a defasagem agora é de cerca de 600 mil doses. Na semana passada o Ministério da Saúde anunciou que definiu uma nova forma de distribuição de vacinas contra a Covid-19 após identificar que houve “desarmonia” na estratégia diante do avanço da vacinação. A nova forma de divisão para envio de doses busca “equilibrar a distribuição para que os estados possam fazer imunização de toda população adulta com a mesma oportunidade”. Sobre a aplicação de terceiras doses de vacinas, recomendada pelo Ministério e já anunciada pela Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), Tereza Paim destacou a pasta federal precisa apostar a Bahia para que essa medida seja efetivada. “Lembrar que é uma manifestação do Ministério da Saúde, eles precisam aportar a Bahia da vacina para que a gente possa cumprir. O Ministério compra, o estado distribui e os municípios aplicam”, lembrou Tereza Paim, nesta quinta-feira (26), durante uma agenda em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou a Policlínica Regional de Saúde de Narandiba, em Salvador. A secretária interina também comentou sobre o avanço da vacinação. Segundo ela, a reposição das doses defasadas é necessária para que o processo seja acelerado. O estado aguarda a reposição de doses para que o número de vacinados e de completamente imunizados avance.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *