Primeiro epicentro de Covid-19, Wuhan, na China, tem cerimônia de formatura com mais de 11 mil estudantes

Mais de 11 mil estudantes participaram de uma grande cerimônia de formatura em Wuhan, na China, cerca de 14 meses após a suspensão das restrições na cidade que foi o epicentro da pandemia. Os 11 milhões de habitantes de Wuhan, na província de Hubei, foram colocados sob quarentena a partir de 23 de janeiro de 2020, evidenciando a gravidade do vírus que depois se propagou pelo mundo. A cidade ficou 76 dias sob confinamento estrito e só começou a retomar à normalidade, de maneira progressiva, a partir de abril de 2020. O mesmo ocorreu depois com outras regiões do país, onde o contágio foi controlado. Wuhan tem uma população similar à da cidade de São Paulo, é conhecida na China por ter mais de 100 universidades e sua posição geográfica no país é estratégica. Pouquíssimos utilizavam máscaras na cerimônia, que ocorreu na tarde de domingo (13). Entre os estudantes estavam mais de 2,2 mil que deveriam ter recebido o diploma no ano passado, mas a cerimônia foi adiada devido à epidemia. Segundo os números oficiais do governo chinês, o país registrou pouco mais de 90 mil casos de Covid-19 e 4.636 mortes desde o início de 2020 — a maioria em Wuhan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *