Após decisão judicial, todos os trabalhadores da Educação serão vacinados contra a Covid-19 em Salvador

A prefeitura de Salvador anunciou na manhã desta terça-feira (4) que vacinará contra a Covid-19 todos os trabalhadores da Educação da cidade. A medida atende a decisão do juiz Ruy Eduardo de Almeida Britto, que acatou pedido feito pelo Instituto de Gestão Pública (IBGP). Anteriormente, o cronograma de vacinação contemplava trabalhadores da Educação a partir de 40 anos de idade. Com a decisão, a imunização deste grupo começará a partir de 13h desta terça. Serão contemplados todos os professores e funcionários das escolas públicas e privadas do ensino básico (creche, pré-escola, ensino fundamental e ensino médio). Os profissionais devem estar em pleno exercício das atividades e com nome na lista da Secretaria Municipal de Educação (SMS). Segundo a prefeitura, 80% dos trabalhadores da Educação da rede pública já foram vacinados e a previsão é de que, até quarta-feira (5), a imunização alcance 100% dos profissionais. A retomada das aulas semipresenciais começou na segunda-feira, na capital baiana. Na ocasião, parte das instituições de ensino não aderiram ao retorno. A maioria das escolas ficou vazia. Já a retomada das aulas presenciais causa polêmica desde seu anúncio, já que os professores municipais decidiram que não vão retomar às aulas, sem vacinação completa da categoria. Salvador tem aproximadamente 160 mil alunos na rede municipal e 143 mil na rede particular. Desde o dia 18 de março de 2020, as atividades presenciais foram suspensas. A partir desta segunda, as escolas estão autorizadas a reabrir, mas têm que respeitar os protocolos estabelecidos pela prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *