Mulheres indígenas plantam 150 mil árvores na Amazônia

Mulheres indígenas abraçaram uma causa muito importante na Amazônia equatoriana: restaurar parte da floresta destruída, principalmente, pela exploração descontrolada de petróleo. Para isso, foram cultivadas 150 mil árvores de espécies nativas e medicinais, cobrindo 100 hectares da floresta. A ação começou em 2020 e foi concluída agora em fevereiro, contando com 120 funcionários e voluntários. A iniciativa é da ONG One Tree Planted, que ano passado incentivou o plantio de 1 milhão de árvores frutíferas na Índia. Assim como aconteceu com os indianos, a ideia é ajudar a reconstruir uma comunidade sob diversos aspectos e favorecer o empoderamento de mulheres como líderes em seus grupos.

Restaurando a Amazônia e a comunidade

A comunidade Separa já foi uma das maiores dessa região. Infelizmente, a exploração descontrolada do petróleo prejudicou bastante os indígenas, que hoje vivem em um grupo de apenas 600 habitantes. Com o plantio, grandes benefícios ecológicos serão percebidos nos próximos meses. As árvores ajudam a reduzir a temperatura do solo, a reduzir a erosão e a manter os rios limpos. Isso vai favorecer diretamente a regeneração saudável da floresta tropical, além de devolver o habitat e recursos alimentares para os animais que vivem na região. Muitas espécies de árvores plantadas também são importantes para fins espirituais e para a medicina tradicional da comunidade. Com o agravamento da pandemia, esse cultivo garante que os indígenas tenham acesso a medicamentos naturais e alimentos que normalmente não são encontrados em uma região remota. Plantar as árvores ainda permitiu que as mulheres tivessem uma renda e, consequentemente, aumentassem sua autonomia dentro da comunidade.

Guardiões da floresta

A Amazônia ainda é a maior extensão de floresta tropical que temos na Terra. Plantar árvores e restaurar áreas verdes, ajuda a reduzir os danos climáticos e, ao mesmo tempo, protege a biodiversidade local. Ao focar em grupos indígenas como Sapara e empoderar as mulheres como agentes de mudança, este projeto maximiza seu impacto. “Estamos extremamente impressionados e gratos por trabalhar com pessoas e parceiros excepcionais como a Associação de Mulheres Sapara, “Ashiñwaka”. Este trabalho está em andamento com muito mais a fazer”, declarou a ONG One Tree Planted. Plantando árvores para proteger um modo de vida! Isso que é meta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *