Prefeitura aguarda carta de concordância da Havan para liberar área para construção de loja em Feira de Santana

Desde que foi anunciada a vinda de uma loja Havan para Feira de Santana, empresa catarinense do setor varejista, é grande a expectativa da população, uma vez que o empreendimento trará, além de, uma opção de consumo de diversos itens, muitos empregos. Em entrevista ao programa Acorda Cidade, na Rádio Sociedade News FM 102,1, o secretário Municipal de Planejamento, Carlos Brito, informou que já foi resolvido o impasse acerca do terreno do grupo Makro que foi vendido para o Grupo Havan e que a prefeitura aguarda a carta oficial de concordância, para liberar a área para a construção. O terreno fica na Avenida Presidente Dutra, próximo ao Anel de Contorno. O impasse existia porque uma parte do terreno pertence a uma área institucional, mas já foi negociado com a prefeitura a construção de uma creche no distrito de Bonfim de Feira, em um terreno doado pelo proprietário da Casa do Sofá, Adilson Moreira Borges. A creche deverá beneficiar cerca de 220 crianças. “Estamos esperamos a carta oficial de concordância da compensação que vai ter que existir para que possamos dar andamento na liberação da área. Estamos o tempo todo conversando para que Feira de Santana não perca um empreendimento desta magnitude”, declarou o secretário ao Acorda Cidade. O empreendimento deve gerar cerca de 200 vagas diretas de empregos.

Outros empreendimentos

Feira de Santana deve receber outros grandes empreendimentos ainda neste ano, entre eles há demandas de um grupo, avaliadas em R$ 800 milhões de reais, no entanto, o secretário declarou que não iria passar informações neste momento para evitar especulações imobiliárias. Ele informou ainda que um grupo do Rio Grande do Sul também está procurando área para construir em Feira de Santana, e que a prefeitura buscará parcerias público-privadas para direcionar a área do Ceasa do Centro de Abastecimento para empresas e transformar o local em um mercadão como o de São Paulo. O grupo pernambucano Ferreira Costa, do ramo de materiais de construção e decoração, também pretende abrir uma loja em Feira de Santana.(Acorda Cidade)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *