Casal mais velho do mundo conta segredo de casamento duradouro

Mesmo contra a vontade dos pais, eles fizeram um casamento “escondido” há quase oito décadas e agora, 79 anos depois, foram oficialmente nomeados como casal mais velho do mundo pelo Guinness, a publicação dos recordes. Julio Cesar Mora Tapia, tem 110 anos, e Waldramina Maclovia Quinteros, 104.

Tanto tempo depois, os dois continuam apaixonados um pelo outro. Nascidos no Equador antes da invenção da televisão, eles se conheceram quando Waldramina foi ver a irmã dela, durante as férias escolares. Julio Cesar morava no mesmo prédio.Eles se conheceram, se tornaram amigos rapidamente e se apaixonaram. Júlio César se encantou pela beleza de Waldramina, a conversa e a gentileza dela. Waldramina descobriu em Júlio César um poeta romântico, de espírito jovem.

Casamento “escondido”

Sete anos depois, o casal disse ‘sim’, em 7 de fevereiro de 1941, na igreja mais antiga de Quito: La Iglesia de El Belén. Foi uma festa íntima e secreta porque os parentes dos noivos não concordaram com o casamento. Mas eles enfrentaram as famílias e felizmente, a união deu certo. Julio e Waldramina tiveram cinco filhos, 11 netos, 21 bisnetos e nove tataranetos. Aura Cecilia, uma das filhas, disse que eles gostam da companhia da família e de ir ao cinema e ao teatro. Também adoram plantar e colher plantas e compartilhar os frutos com a família e amigos, em grandes jantares. Eles acreditam que o melhor legado que puderam deixar à família é a educação, que pra eles, é a base de uma sociedade desenvolvida.

Conselho

O conselho deles para um casamento duradouro? Júlio Cesar e Waldramira consideram o amor, a maturidade e o respeito a chave para um casamento longo e feliz. “A fórmula secreta é amor + maturidade + respeito mútuo”, disse o casal ao Guinness World Records . “O amor e a maturidade que tivemos como casal desde o início do casamento nos permitiram nos conhecer e crescer emocionalmente para definir nosso futuro.” “Para nós, Julio Cesar e Waldramina, é uma grande honra e orgulho ter um título do Guinness World Records porque é o maior prêmio que o mundo reconhece.” Eles torcem agora para poderem se reunir novamente com a família. “É verdade que neste momento está difícil porque estamos oprimidos pela pandemia que atinge o mundo e ainda não temos uma solução. Porém, o primeiro passo é seguirmos as regras com respeito e amor à vida”, concluíram Julio e Waldramina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *