Prefeitura de Jacobina estabelece fechamento do comércio após recomendação do MP

A prefeitura de Jacobina, cidade no norte da Bahia, estabeleceu o fechamento do comércio a partir de sábado (16). A medida segue até 24 de maio e é decorrente de uma recomendação do Ministério Público Estadual (MP-BA).

A recomendação do MP-BA é para evitar a disseminação do coronavírus, e pode ser prorrogada. O órgão estadual destacou a preocupação com o aumento de casos da Covid-19, com o comércio funcionando.

Quando o comércio estava fechado, a cidade não tinha qualquer registro de pessoas infectadas. Já no 13º dia de comércio aberto, surgiram os seis primeiros casos. Jacobina possui 12 casos de pacientes com Covid-19, conforme informou a prefeitura.

Já no último boletim da Sesab, o município do norte baiano havia registrado três casos com uma morte. Há divergência de números da prefeitura e o estado, já que é o município quem registra primeiro e envia os dados para a Sesab.

Em Jacobina, desde quinta-feira (14), o Hospital Vicentina Goulart atende como unidade de referência dos casos coronavírus. Antes, os atendimentos de Covid-19 eram realizados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

Com a nova unidade, a UPA volta a atender demandas de urgência e emergência não relacionadas a Covid-19. A cidade do norte da Bahia possui 10 leitos de isolamento com respiradores e suporte para pacientes, além de 100 leitos clínicos, mas não há UTI.

A prefeitura informou que recebeu do governo federal uma verba de R$ 6 milhões para investimento na saúde e entre as medidas que serão adotadas está a instalação de 10 leitos de UTI e 10 de semi-UTI. Não há data de quando esses leitos serão implantados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *