Bahia só vai utilizar testes rápidos do Ministério da Saúde em algumas semanas

O estado da Bahia só vai dar início à utilização dos testes rápidos para detecção do novo coronavírus enviados pelo Ministério da Saúde (MS) em algumas semanas. Durante transmissão ao vivo nesta quinta-feira (26), o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, explicou que o exame em questão mapeia anticorpos, e essa defesa, produzida pelo próprio corpo, demora alguns dias para pode ser detectada em um exame. “Se a pessoa está tossindo hoje e fizer o exame, é possível que dê negativo”, explicou. O secretário ainda destacou que este tipo de exame tem uma taxa de falso negativo de 20%. “Uma taxa de 20% de falso negativo não dá segurança para se excluir [um caso], um teste de rastreio numa situação dessa deveria ter uma sensibilidade superior a 90%, 95%”, ponderou Vilas-Boas. O titular da Sesab ainda disse que a secretaria acredita que existam casos de pessoas, que não tiveram sintomas, se curaram e estão no meio da sociedade. E que em alguma semanas, quando o número de casos na Bahia for maior, os testes rápidos começarão a ser utilizados. “O espaço para o teste rápido existe”, afirmou.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *