Vacina de Oxford pode estar disponível no SUS em janeiro

Mesmo sem vacina aprovada contra a covid-19, já existe um debate sobre o cronograma de vacinação. A previsão do Ministério da Saúde é que em janeiro de 2021 as primeiras doses da vacina de Oxford já possam ser distribuídas por meio do Programa Nacional de Imunização, que atende o Sistema Único de Saúde (SUS). “A Fiocruz está mobilizando todos os seus recursos tecnológicos e industriais em prol do acesso da população à vacina no menor tempo possível. Estamos conversando com a Anvisa e parceiros tecnológicos com o intuito de reduzir os prazos de produção, registro e distribuição da vacina”, afirmou a presidente da Fiocruz, Nisia Trindade Lima, após reunião com o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello. A previsão é produzir, inicialmente, 100 milhões de doses da vacina de Oxford a partir de insumos importados. A produção integral da vacina na unidade técnico-cientifica Bio-Manguinhos, deve começar a partir de abril do próximo ano. Esse cronograma será seguido se os testes da última fase comprovarem a eficácia e a segurança do imunizante. Atualmente, a vacina ChAdOx1 nCoV-19 está sendo testada em duas mil pessoas em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *