Teofilandenses acusam jornal catarinense de xenofobia por conta de matéria sobre moradores de rua; entenda

25/01/2024 09:44 •
Warning: Undefined variable $post in /home/wwavoz/public_html/wp-content/themes/avozdocampo/functions.php on line 17

Warning: Attempt to read property "ID" on null in /home/wwavoz/public_html/wp-content/themes/avozdocampo/functions.php on line 17
2m de leitura

Na última segunda-feira (22), o jornal ND+ publicou uma matéria sobre moradores de Teofilândia, cidade localizada na região sisaleira da Bahia, que supostamente, eram pessoas em situação de rua e estavam sendo enviadas para Florianópolis-SC sem garantia nenhuma de emprego ou moradia. A reportagem causou uma grande repercussão negativa na cidade baiana, gerando revolta em moradores que estão na cidade e teofilandenses que atualmente residem em Florianópolis. A Prefeitura de Teofilândia foi citada na reportagem como envolvida em enviar pessoas em situação de rua. O governo municipal publicou uma nota classificando a matéria como “inverídica” e ressaltando que o município não tem “moradores de rua”. Centenas de pessoas comentaram a publicação da Prefeitura sobre o assunto e também a reportagem na página do jornal ND+ no Instagram. Teofilandenses e baianos acusaram a matéria como xenofóbica “Querem colocar um problema que a prefeitura não está dando conta em cima do nordeste, será que o mendigo que matou um aluno do instituto era baiano? E o outro que tentou abusar da moça também era? São perguntas que ninguém sabe responder. Matéria totalmente xenofóbica e desrespeitosa com nós Baianos que viemos pra cá atrás de melhoria. Lamentável!” (sic), diz um dos comentários. Até a publicação desta matéria, o portal de notícias ND+ não tinha divulgado a nota de esclarecimento da Prefeitura de Teofilândia.

Com informações de Teofilândia Acontece*

Leia também