Primeiro caso de ‘varíola dos macacos’ é registrado no interior baiano

Foi confirmado nesta terça-feira (26) o primeiro caso da Monkeypox (conhecida como varíola dos macacos) no interior baiano. O paciente foi identificado em Ilhéus, no Litoral Sul. Segundo o site Políticos do Sul da Bahia, parceiro do Bahia Notícias, a pessoa tem histórico de viagem para Europa. Com o novo registro, o estado soma seis casos. Com o novo registro, o estado soma seis casos. Há ainda a suspeita de 31 casos. Os registros investigados são de Barra (1), Ibicaraí (2), Laje (1), Mutuípe (3), Porto Seguro (1), Salvador (15), Santa Cruz Cabrália (1), Santo Antônio de Jesus (3), São Miguel das Matas (1) e Vitória da Conquista (3). A Sesab informou que tem monitorado os casos. A chamada “varíola dos macacos” é uma doença viral, oriunda de animais roedores [e não de macacos, na verdade]. Os pacientes podem apresentar febre, dor de cabeça, dores musculares, calafrios, entre outros, com sintomas que podem durar de 2 a 4 semanas. A erupção cutânea, com manchas pelo corpo, começa entre o primeiro e o terceiro dia após o aparecimento da febre e tem características clínicas semelhantes com varicela [catapora] ou sífilis, com diferença na evolução uniforme das lesões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.