Supermercados pedem freio em preço de alimento em evento com Paulo Guedes

O presidente da associação de supermercados Abras, João Galassi, defendeu nesta quinta (9), durante o evento do setor que teve a presença online do ministro Paulo Guedes, que a nova tabela de preços da indústria para o varejo fique só para 2023. O freio no repasse dos preços dos fabricantes seria a solução emergencial para contornar a inflação dos alimentos até o fim do ano, segundo a entidade. “Considerando que não incide impostos federais sobre a cesta básica, como podemos oferecer os itens da cesta básica a menor custo? Não podemos ficar de braços cruzados aguardando uma solução. Após nossa primeira sessão temática, que será justamente a redução de custos através da reforma tributária, peço às autoridades e líderes que nos debrucemos para solucionar a urgência do momento. A sociedade precisa da cadeia nacional de abastecimento. Quero lançar um desafio: nova tabela só em 2023”, disse Galassi no Fórum da Cadeia Nacional de Abastecimento. Também nesta quarta-feira, o IBGE apontou desaceleração de 0,47% no IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) em maio. Com a entrada dos novos dados, a inflação chegou a 11,73% no acumulado de 12 meses até maio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.