Depois de desistir da candidatura, João Doria agradece apoio e anuncia ‘exílio’

O ex-governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que vai se exilar por algumas semanas após ter desistido da candidatura ao Palácio do Planalto. A informação foi tornada pública nesta quinta-feira (26), através de uma publicação do tucano em seu Twitter. Doria, que foi tido como a principal alternativa dos partidos da “terceira via”, escreveu: “Quero agradecer as milhares de mensagens de apoio e carinho que tenho recebido”. “Viajo hoje com a Bia para uma semana de descanso. Na volta tomarei a decisão sobre meu futuro na vida pública ou na iniciativa privada. Sigo torcendo pelo Brasil”, revelou. O quase postulante se tornou pré-candidato do partido após sair vencedor de uma disputa interna em que competiu com o ex-governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto. Agora, por força de uma coalisão entre legendas que orbitam em torno de uma alternativa no campo da centro-esquerda, o nome da senadora Simone Tebet (MDB) é o predileto para liderar o projeto político do grupo e concorrer à presidência. A definição depende de uma chancela da cúpula emedebista e dos membros do Cidadania.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.