Homem em situação de rua morre após noite com sensação de -2ºC em São Paulo

Um morador de rua morreu na manhã desta quarta (18) no núcleo de convivência São Martinho de Lima, no bairro do Belém, na zona leste de São Paulo. Ele foi identificado como Isaías de Faria, 66. Segundo pessoas que frequentam o local, o Isaías passou a noite na rua e morreu logo após entrar no centro de convivência, por volta das 8h. Ainda não há confirmação se o caso tem ligação com o frio que atingiu a cidade nesta madrugada, mas o prefeito Ricardo Nunes (MDB) disse que essa é a principal hipótese até o momento. “[O homem morto] Estava no abrigo São Martinho. Era um senhor. Não tem conclusão ainda, mas a informação preliminar é que teve uma convulsão, relacionado ao frio. Estamos aguardando o resultado oficial”, disse ele. A polícia militar informou que o corpo foi encontrado às 8h06. O caso foi registrado no 8º DP, no Brás. Em nota, a Prefeitura de São Paulo afirma que não há registro de passagens de Isaías pela rede de acolhimento municipal. A reportagem esteve no local e até às 11h o corpo permanecia no salão. As atividades no local aconteciam quase sem alteração. O corpo estava coberto por um pano branco. De acordo com o boletim de ocorrência, o Samu foi acionado pela equipe do centro de acolhida enquanto uma enfermeira checava se Isaías tinha sinais vitais. Em depoimento no 8º DP, a enfermeira disse que recebeu uma mensagem pelo WhatsApp com uma foto do corpo e se deslocou até o local. Tendo confirmado a ausência de sinais vitais, a enfermeira esperou a chegada do Samu para a constatação formal do óbito. À Polícia Civil, o médico do Samu que atendeu a ocorrência disse ter encontrado Isaías já sem vida. Nesta quarta, a capital paulista registrou a madrugada mais fria de maio desde 1990, quando foi registrado 5,8°C e 5,4°C, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Pela manhã, a sensação térmica prevista era de 0 °C e -2 °C. Já durante o dia, as máximas não devem passar de 15°C. As temperaturas permanecerão baixas na quinta (19) e sexta-feira (20), com previsão de 7°C de mínima e 15°C de máxima, na quinta, e 7°C de mínima e 16°C de máxima, na sexta. A expectativa é que a temperatura fique ainda mais baixa nos extremos da cidade, com possibilidade de geada nos pontos mais altos, mais próximos à Serra do Mar. Entre as medidas adotadas para acolher as populações de rua por parte do governo do estado está a disponibilização da estação Pedro 2º, pertencente à linha 3-vermelha do metrô de São Paulo, que receberá até a próxima sexta (20) cem pessoas em situação de rua para passarem a noite em suas dependências, das 19h às 8h. Essa determinação do governo estadual, nomeada de Noites Solidárias, faz parte de uma ação durante o período de frio extremo que está sendo esperado para a capital paulista nesta semana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.