Após reconhecer coronavírus no país, Coreia do Norte aponta mais de 1 milhão de casos

Após reconhecer a entrada do coronavírus no país na última quinta-feira (12), a Coreia do Norte contabiliza mais de 1,2 milhão de casos de “febre”. Conforme o Portal Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, a Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA) definiu a situação como uma “grande emergência nacional” de saúde. Porém, o governo do país evita falar explicitamente sobre a Covid e atribui os 1.213.550 de casos e 50 mortes registrados na última semana a um “surto com sintomas de febre”. A Coreia do Norte possui um regime autoritário e é um dos dois únicos países que ainda não iniciou uma campanha de vacinação contra o coronavírus. A mídia estatal incentiva que a população trate os sintomas da Covid com analgésicos e antitérmicos, como ibuprofeno e amoxicilina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.