Casal de idosos é resgatado de incêndio na Bahia após cachorro alertar cuidadora: ‘Bob foi um herói’

Um casal de idosos foi resgatado de uma casa atingida por um incêndio na madrugada desta segunda-feira (9), em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador, após Bob, o cachorro de estimação, perceber as chamas e latir para obter ajuda. Apesar do susto, ninguém ficou ferido. “Bob foi um herói. Eu estava dormindo de sono solto, a tomada do ventilador estourou e pegou fogo”, disse a idosa Aline Lustoza, de 82 anos. O incêndio começou por volta das 2h no quarto de Aline Lustoza e se espalhou pela casa, que ficou destruída. As chamas foram debeladas às 5h30 pelo Corpo de Bombeiros. Por meio de nota, o 2° Grupamento de Bombeiros Militar (GBM) informou que foi acionado pelo Centro Integrado de Comunicação (Cicom) para combater um incêndio em uma residência na Rua Leolinda Bacelar, Ponto Central. No local, a equipe identificou que o imóvel já estava comprometido pelo fogo e sem moradores dentro. Eles salvaram Bob, que foi entregue para a proprietária. Após rescaldo, para evitar reignição, a ocorrência foi encerrada.

Foto: Felipe Pereira/TV Subaé

No imóvel estavam a idosa, o marido dela Ivaldo Ferreira Lustoza, de 86 anos, que tem Alzheimer e é acamado, a enfermeira que cuida do idoso, identificada pelo prenome de Luciene, e Bob. Ao perceber as chamas, o cachorro pegou um pano que costuma carregar pela casa e foi chamar a enfermeira que estava no quarto do idoso. “Ele pegou esse pano, que estava com fogo, e foi chamar a enfermeira. Aí ele veio para meu quarto, ela [enfermeira] veio atrás e viu o ventilador. Pegamos água, tentamos apagar, mas o fogo já estava embaixo do colchão, porque a cama é box. Então apagava por fora e as chamas continuavam por debaixo sem a gente a ver”, explicou a Aline Lustoza. Como não tiveram sucesso para apagar as chamas, a enfermeira pegou o marido de Aline no colo e o tirou de dentro da casa. A idosa também saiu do imóvel. A filha mais velha do casal, identificada pelo prenome de Ivaline, disse que se Bob não tivesse visto o incêndio poderia ter acontecido uma tragédia. “Estou emocionada, graças a Bob e a Luciene, que carregou meu pai no braço, e chamou a minha mãe, e salvou eles do fogo. A cama de minha mãe estava pegando fogo quando ele latiu”, disse a filha do casal. “Ele [Bob] representa muito para a gente. Do nada, acabou tudo, mas meus pais estão bem, graças a Deus. Estão na minha casa. Bob pertencia a minha irmã e agora é de minha mãe”, complementou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.