Em entrevista à rádio, Edvaldinho de Nenca fala de traição de vereadores, possível perca de mandato e diz que Silva Neto ficará inelegível

O pré-candidato a deputado estadual pelo PP, Edvaldinho de Nenca concedeu uma entrevista à rádio Tucano FM neste sábado (23/04) e deu duras declarações. Durante a conversa, o ex-candidato a prefeito de Araci, nas eleições de 2020, disse que o voto dos dois vereadores, Laerto (PROS) e Luizinho (Podemos) na aprovação das contas de Silva Neto (relembre) categorizou “traição e rompimento” com o grupo Pinho. Segundo Edvaldinho, o voto dos vereadores caracteriza infidelidade partidária e possível perca do mandato. Além dessas declarações, o pré-candidato garantiu que a Câmara de Vereadores não seguiu o ritual de prazos corretos e isso deixará Silva Neto inelegível. “Por isso eu afirmo aqui a vocês sem medo de errar… o ex-prefeito Silva Neto está inelegível pela reprovação das contas de 2019. Isso está na Lei Orgânica do TCM que prevalece o parecer prévio do Tribunal de Contas no prazo de 60 dias contados do seu recebimento, ou seja, a Câmara tinha 60 dias para pautar e julgar as contas,” afirmou Edvaldinho.

A entrevista completa você assiste (AQUI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.