Pesquisa mostra gasolina brasileira entre as mais caras do mundo

O litro da gasolina do Brasil está com o preço cerca de 15% acima da média praticada em 170 países. A marca foi apontada por um levantamento que consta no site da consultoria Global Petrol Prices, com dados para a segunda-feira passada, 11, e divulgado pela Folha nesta terça, 19. Naquela ocasião, o litro do combustível nos postos brasileiros custava R$ 7,192 e foi coletado pela consultoria junto à Agência Nacional do Petróleo (ANP) até aquela data. Atualmente, está em R$ 7,22. A média mundial era de R$ 6,29. Enquanto isso, na média de preços de 3 de janeiro a 11 de abril, o valor no Brasil foi de R$ 6,78. A alta é explicada por alguns fatores, como o reajuste anunciado pela Petrobras no início de março, após a Rússia invadir a Ucrânia – o que trouxe uma grande subida no preço do barril de petróleo internacional. O levantamento compara preços locais, informados geralmente por órgãos governamentais, convertidos em dólar. Posteriormente, os valores foram transformados em reais pelo câmbio de R$ 4,6915. Dados mais recentes mostram que o Brasil ocupa a posição 118 na lista de 170 países ranqueados do menor para o maior preço. Por uma outra perspectiva, o país estaria em 53° entre os países com a gasolina mais cara. Os números consideram o valor final ao consumidor, com impostos, custos de logística e, em alguns casos, subsídios ao combustível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.