Conta de luz cairá 18% sem colocar empresas em risco, diz Paulo Guedes

O fim da tarifa extra para as contas de luz poderá fazer as contas dos consumidores residenciais caírem 18% em maio. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (7) pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que garantiu que a redução não prejudicará a saúde financeira das empresas de energia. O ministro declarou, em evento de lançamento de instrumentos de crédito do Banco do Brasil, que a retirada da bandeira de escassez hídrica considerou os níveis dos reservatórios e não foi decidida com base em “canetadas”. “A conta de luz cai 18% no mês que vem, sem canetada, sem botar em risco as empresas, ao contrário”, declarou o ministro. Segundo ele, a saúde das empresas do setor elétrico está recuperada, enquanto governos anteriores prejudicaram o setor com políticas intervencionistas. Um dia antes das declarações de Guedes, na quarta-feira (6), o presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou o fim das bandeiras tarifárias sobre as contas de luz, por meio das redes sociais. Bolsonaro informou que a recuperação dos reservatórios das usinas hidrelétricas fará o governo conceder bandeira verde para todos os consumidores de energia, a partir de 16 de abril. O presidente também previu uma redução de cerca de 20% nas tarifas.(Agência Brasil)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.