Radialista é encontrado morto dentro de casa no sul da Bahia; corpo tinha marcas de violência

O radialista Jota Silva, de 60 anos, foi encontrado morto dentro da casa onde morava, no bairro Manoel Leão, em Itabuna, sul da Bahia. A Polícia Militar chegou ao imóvel na noite de terça-feira (5), após receber a informação que havia ocorrido um crime no local. Agentes do 15º Batalhão da PM foram acionados para verificar uma ocorrência de tentativa de roubo do veículo do radialista. Ao chegarem ao local, os policiais encontraram Jota Silva já sem vida. Ainda de acordo com a PM, o corpo estava em um dos quartos do imóvel, sem roupas e com marcas de violência. Além disso, móveis e objetos estavam revirados dentro de casa. A polícia não informou se algum pertence foi levado. Uma testemunha disse que um homem chegou com o radialista no imóvel, por volta das 17h. À noite, ele saiu da casa e tentou ir embora com o carro da vítima, mas não conseguiu ligar o veículo e saiu a pé. O caso é investigado pela Polícia Civil, que ainda não tem pistas sobre autoria e motivação da morte de Jota Silva. O corpo do radialista foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itabuna e o veículo levado para o Complexo Policial da cidade para passar por um exame de perícia. No interior do carro, havia pertences pessoais da vítima, caixas de som e materiais de limpeza. Jota Silva será velado e sepultado ainda nesta quarta-feira, em Itabuna. Testemunhas serão ouvidas e imagens de câmeras de segurança devem ser utilizadas para a identificação do suspeito. A prefeitura da cidade divulgou uma nota de pesar pela morte do radialista. Batizado como José Antônio Oliveira da Silva, ele apresentava o programa “Show do Jota Silva” há mais de uma década, na Rádio Jornal de Itabuna. Ele era um dos radialistas mais ouvidos na região sul do estado, que está comovida com a perda do profissional de comunicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.