‘Queremos mostrar para a sociedade as mazelas da Polícia Civil’, diz sindicato sobre lockdown da categoria

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindpoc) convocou a categoria para que todas as quintas-feiras haja lockdown, com suspensão das atividades e que os policiais façam apenas flagrante delitos e levantamentos cadavéricos. O primeiro lockdown aconteceu ontem (27) e em Feira de Santana teve adesão de toda a classe. Luis Artur que integra a diretoria do Sindpoc disse ao Acorda Cidade que os policiais compareceram ao trabalho, mas cumpriram a determinação do sindicato sobre o lockdown. Ele relatou que haverá uma assembleia dia 10 de fevereiro para deliberar as novas ações do movimento e que o objetivo principal é mostrar para sociedade as mazelas enfrentadas pela Polícia Civil e chamar atenção para a necessidade de um diálogo com o governo. “Na realidade a gente vem tentando o diálogo com o governo e que ele abra a negociação que até hoje não foi aberta. Estamos em busca de uma posição do governador. As reclamações são não só pelo efetivo policial, mas pelas viaturas que estão acabadas, as delegacias sucateadas. Além da melhoria salarial queremos a melhoria da qualidade no trabalho”, concluiu.(Acorda Cidade)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.