‘Me vacino por mim e por minha mãe que não teve a chance’, diz menina de 8 ao ser imunizada

A vacinação contra Covid-19 para crianças a partir de 8 anos de idade começou nesta quarta-feira (19), no Distrito Federal. Na Unidade Básica de Saúde 1, na região do Guará, Helena Rocha Vieira chamava a atenção por carregar um cartaz onde estava escrito “Eu me vacino! Por mim e por minha mãe, que não teve a chance de se vacinar”. Aos 8 anos, Helena perdeu a mãe em outubro passado. Mayara Rocha tinha 33 anos e ficou internada no hospital por 77 dias. “Pra mim é uma honra poder fazer essa homenagem pra minha mãe. Eu me vacinei hoje, e que todos se vacinem, porque essa vacina é muito importante pra preservar vidas”, diz Helena. Segundo Ailton Fonseca, avô da menina e pai de Mayara, a ideia do cartaz é uma maneira de prestar uma homenagem e, ao mesmo tempo, incentivar as pessoas a se vacinarem. “Minha filha não teve essa sorte de receber a vacina. Ela pegou Covid, 5 dias antes da vacinação para a idade dela ser liberada. Essa doença não é brincadeira, e a vacina pode salvar vidas”, diz o avô de Helena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.