Mal nas pesquisas, Ciro corre risco de não se candidatar à presidência

O resultado ruim de Ciro Gomes nas pesquisas de intenção de voto para a Presidência da República tem preocupado algumas alas do PDT. Segundo o jornal O Globo, parte dos deputados federais do partido avaliam que a candidatura empacou e, assim, eles temem não se reelegerem. Mesmo com um fato novo, que causou burburinho nas redes sociais, não empolgou os pedetistas. Na internet, se cogitou a possibilidade de uma composição do PDT com a Rede para fazer de Marina Silva a candidata a vice na chapa pedetista. Na legenda a união com Marina não é vista por ninguém como algo para valer.  De acordo com o jornal, Carlos Lupi, presidente do PDT, é constantemente abordado pelos deputados com essa inquietação. E para todos repete que o partido vai com Ciro até outubro e acredita que a candidatura deslanche.  Porém, há um consenso na bancada que março é um mês fundamental para a candidatura. Se até lá, o ponteiro das pesquisas não sorrir para Ciro, alguns deputados podem sair da legenda. Ou, numa situação mais drástica, a bancada pode pressionar Ciro para que ele desista — neste caso, o PDT cairia nos braços de Lula. Na visão de integrantes do comando de campanha de Ciro esse estresse “não passa de sentimento passageiro” e de “tentativa de cooptação por parte do PT”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.