Alckmin anuncia saída do PSDB após mais de 33 anos no partido

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou, nesta quarta-feira (15), a sua saída do PSDB após mais de 33 anos na legenda. Em sua conta no Twitter, Alckmin anunciou a despedida e o “novo tempo”. “É um novo tempo! É tempo de mudança! Nesses mais de 33 anos e meio de trajetória no PSDB procurei dar o melhor de mim. Um soldado sempre pronto para combater o bom combate com entusiasmo e lealdade. Agora, chegou a hora da despedida. Hora de traçar um novo caminho”, disse “Jamais esqueci a lição do meu pai. Respeito às pessoas, lealdade aos princípios e firmeza de caráter. Só com esses valores é possível construir uma vida pública decente. Quero agradecer aos meus companheiros de jornada. Vocês foram muito importantes nessa travessia. Valeu cada obstáculo vencido, cada momento vivido, cada conquista feita. Em breve, anunciarei meus próximos passos”, acrescentou. Nas últimas semanas, o nome do tucano tem sido cotado para assumir uma possível chapa para a Presidência da República de Alckmin com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) . Em conversa reservada com dirigentes da Força Sindical, Lula deu sinal verde para uma mobilização de sindicalistas em defesa desta aliança. Perguntado por sindicalistas do que achava dessa conversa com Alckmin, Lula foi direto: “Continuem incentivando”. No 9° Congresso da Força Sindical, o petista deu uma sinalização de que gostaria de fechar a chapa com Alckmin para a disputa de 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.