Holanda identifica que variante Ômicron estava presente no país desde 19 de novembro

Apesar de identificada na África do Sul na semana passada, a variante Ômicron já estava presente na Holanda em 19 de novembro. É o que afirmaram as autoridades do país nesta terça-feira (30). A informação é de reportagem do portal Uol. O país europeu também anunciou que está fazendo testes para descobrir se a variante se propagou rapidamente. De acordo com a reportagem Uol, o Instituto Holandês de Saúde e Meio Ambiente (RIVM) “detectou a variante Ômicron em dois testes feitos no país em 19 e 23 de novembro”. Até agora se pensava que os primeiros casos da cepa na Holanda eram os 14 positivos que desembarcaram em Amsterdã em dois voos procedentes da África do Sul em 26 de novembro. Os dois casos revelados nesta terça aconteceram, portanto, antes de cientistas da África do Sul informarem a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 24 de novembro, sobre a descoberta da mutação. A matéria ressalta que as autoridades holandesas informaram que ainda não está claro se os infectados estiveram no sul da África. “Serão realizados estudos para determinar a distribuição da variante Ômicron na Holanda”, explicou o instituto Holandês de Saúde e Meio Ambiente, que vai examinar novamente amostras anteriores à busca pela cepa. Com 16 casos confirmados, o país é um dos mais afetados pela variante ômicron na Europa. Os 14 casos que chegaram a Amsterdã estão atualmente em quarentena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *