Araci: Com açude em alta, banhistas cobram salva-vidas e melhor estrutura no Poço Grande

O açude do Poço Grande, na zona rural de Araci recebeu muito água nos últimos dias devido as fortes chuvas na região, e vem frequentemente recebendo visita de centenas de pessoas semanalmente nesta temporada. As pessoas que frequentam a ‘prainha’, não estão satisfeitas com as condições do local.

Foto: Reprodução

Os banhistas temem pela segurança das crianças dentro da água devido à ausência de salva-vidas, além da falta de uma precária estrutura. Já os vendedores autônomos disseram ao Voz do Campo que a limpeza está sendo feita com frequência, porém precisa de lixeiras novas para os visitantes. O autônomo Wilians Sousa, que frequenta o açude do Poço Grande a muitos anos afirma que nunca presenciou um afogamento, mas teme pela segurança das crianças. “A gente fica com medo, de qualquer hora acontecer algo ruim. Não podemos contar com a sorte, é necessário a presença de salva-vidas para garantir que nenhum imprevisto ocorra”, disse.

Um vendedor que preferiu não se identificar disse que trabalha no local a muitos anos e relatou que uma das maiores queixas dos turistas é a precariedade do parquinho das crianças. “As crianças vem brincar e não pode. Os brinquedos em sua maioria estão quebrados e, precisa urgentemente de uma reforma. Os pais sempre nos cobra isso,” disse.

PREFEITURA – Voz do Campo entrou em contato com a Secretaria Municipal de Infraestrutura para pedir informações. Segundo a pasta, uma equipe esteve recentemente no local e constatou a precariedade da brinquedoteca, que deve ser feito algo para resolver o problema. Em relação a cobrança de salva-vidas, a secretaria disse que passará a demanda para a secretaria de saúde responsável por esse quesito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.