Quatro suspeitos de explodir porta de casa lotérica no interior da Bahia morrem após confronto com a polícia

Quatro homens suspeitos de participar do grupo armado que explodiu a porta de uma casa lotérica na cidade de Itanagra, a cerca de 130 km de Salvador, morreram após confronto com a polícia na noite de quinta-feira (28). O caso aconteceu no entroncamento do município de Amélia Rodrigues. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), as buscas pelos suspeitos começaram logo após o ataque contra a agência bancária. O cofre não foi roubado. De acordo com a SSP-BA, a polícia descobriu de quatro suspeitos estavam em um carro, na BR-101, com destino a Feira de Santana, cidade a 100 quilômetros de Salvador. No entroncamento do município de Amélia Rodrigues, o quarteto foi alcançado. O órgão de segurança pública informou que houve um confronto entre os policiais e os suspeitos. Os quatro homens foram baleados e socorridos para o Hospital Municipal de Conceição do Jacuípe, mas não resistiram aos ferimentos. Ainda segundo a SSP-BA, com o grupo foram apreendidos quatro explosivos prontos para uso, uma espingarda calibre 12, duas pistolas calibres 9mm e 40 e roupas camufladas. Os materiais foram apresentados na Central de Flagrantes de Feira de Santana. Na tarde desta quinta, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem suspeito de envolvimento com o crime, no trecho da BR-101 do município de Alagoinhas. Ele dirigia um carro identificado como o que foi usado pelo grupo armado. De acordo com a PRF, o veículo apresentava placas clonadas. Já o homem, que não teve o nome divulgado, era procurado pela polícia, apontado como um dos maiores receptadores de carros roubados da Bahia.

O Ataque
Um grupo de homens armados explodiu a porta de uma casa lotérica na cidade de Itanagra e invadiu a unidade para tentar furtar o cofre. O crime ocorreu na madrugada de quinta-feira (28). Segundo a Polícia Militar, os suspeitos não conseguiram achar o espaço onde o dinheiro fica guardado e fugiram em seguida, sem roubar nada, mas deixaram rastro de destruição para trás. De acordo com a corporação, equipes do 4º Batalhão foram informadas sobre o crime por volta das 2h30. Os agentes foram até o local e encontraram estojos de munições de 9mm. Além disso, os agentes encontraram um carro abandonado que teria sido usado pelo grupo para fugir após o atentado. O veículo foi apresentado na delegacia de Polícia Civil, que informou que o caso será apurado pela delegacia de Itanagra, com apoio da 2ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Alagoinhas).(G1-BA)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *