Secretário de Araci se encontra com Ministro da Cidadania e faz apelo para incluir município no Canal do Sertão Baiano

O secretário de Relações Institucionais de Araci, William dos Anjos se reuniu neste último domingo (24/10) com o Ministro da Cidadania, João Roma. O encontro aconteceu segundo o secretário, para reforçar os agradecimentos a Roma pelo apoio que vem dando ao município de Araci e discutir outros investimentos futuros.

“Um dos temas que conversamos foi sobre a construção da barragem do Cruzeiro que fica na divisa Araci-Tucano, e principalmente a inclusão de Araci no projeto “Canal do Sertão Baiano”. Se essas duas iniciativas, e principalmente a última forem concretizadas, colocará Araci na rota do crescimento em agricultura e pecuária, gerando emprego e renda para nosso povo,” disse William pedindo apoio de todos os políticos na luta por essa inclusão.

O que é o Canal do Sertão Baiano?
O Canal do Sertão Baiano – obra que levará água para 44 cidades do interior da Bahia e deverá beneficiar 1,2 milhão de pessoas. A infraestrutura do Canal do Sertão Baiano deverá custar R$ 4,62 bilhões. Para o projeto e as etapas iniciais, o governo federal deverá empenhar R$ 19 milhões, dos quais R$ 4 milhões serão disponibilizados ainda em 2021. A estrutura abastecerá a região com água para consumo humano e animal, além de viabilizar atividades industriais e alimentar as cadeias produtivas agrícolas e de mineração.

Foto: Reprodução

“O futuro Canal do Sertão Baiano será indutor de desenvolvimento por onde ele passar”, afirmou Rogério Marinho durante a visita feita hoje à Bahia durante a Jornada das Águas. “Teremos mais geração de renda e de empregos em uma região que necessita de apoio para crescer. O governo não tem medido esforços para garantir a segurança hídrica, especialmente do povo do Nordeste”, complementou o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. *Colaborou Agência Brasil.

Assista e entenda o projeto bilionário na Bahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *