Alex da Piatã apresenta moção de repúdio contra deputado que atacou igreja católica

O deputado estadual Alex da Piatã (PSD) apresentou uma moção de repúdio na Assembleia Legislativa da Bahia e condenou as declarações dadas pelo deputado bolsonarista Frederico D’Avila (PSL-SP) contra a igreja Católica. Na última quarta-feira (14) o deputado fez um discurso repleto de ofensas, chegando a chamar o arcebispo Dom Orlando Brandes, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o Papa Francisco de “vagabundos” e de modo geral as pessoas que discordam dos desmandos do presidente da República de “gentalha”. O parlamentar disse ainda que Dom Orlando “usa a batina para fazer proselitismo político ao invés de tomar conta de cuidar da alma das pessoas” e insinuou que os religiosos católicos seriam “pedófilos”. “A fala do deputado seguidor do presidente Bolsonaro é inadmissível. Vai de encontro a todos os valores do cristianismo. Destila ódio e ataca de maneira vil e covarde que não faz parte da boa política. Tenta acabar com a reputação de uma autoridade e também de uma instituição respeitável, milenar que foi fundada por Jesus Cristo e para ofender também a sua maior autoridade também dada por Jesus Cristo, o Papa. Não podemos aceitar”, disse o deputado. “A fala do arcebispo não agrediu ninguém. Foi uma reflexão pura e intelectualizada, mas esbarra na questão política. Pregou-se a paz. Mas querem o ódio e a raiva. A igreja católica é uma instituição importante e respeitada e não pode ser tratada desse modo que extrapola os limites da liberdade de expressão. É um desrespeito grosseiro e gritante a fala do deputado”, completou na justificativa da moção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *