Anvisa realiza reunião sobre proposta de vacina brasileira em spray da USP

Entrou em pauta na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o desenvolvimento de uma vacina contra Covid-19 na forma de spray. A agência se reuniu com o Laboratório de Imunologia do Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), nesta terça-feira (19). Durante a reunião, a agência conheceu o projeto e encaminhou orientações aos desenvolvedores da vacina em relação aos parâmetros técnicos e formatos de estudos esperados pela Anvisa para este tipo de produto. O projeto ainda está em fase pré-clínica de desenvolvimento, ou seja, nas etapas de laboratório e de testes com animais. Ainda não há previsão de solicitação de autorização para os estudos clínicos com pessoas.

PESQUISAS NO BRASIL

Em agosto deste ano, a Anvisa publicou a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 534/2021, que permite às universidades públicas a submissão contínua de desenvolvimento clínico de vacinas para possibilitar a análise preliminar das informações referentes ao projeto de desenvolvimento dos imunizantes. Com esses dados, é possível agilizar um posterior pedido de autorização de ensaio clínico da vacina. A norma permite uma via flexível e dinâmica de inter-relação entre a Anvisa e as universidades com projetos de vacinas em desenvolvimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *