Em noite irreconhecível, Brasil joga bonito e amassa Uruguai na volta da torcida: ‘Olé’

O placar, incrivelmente, não reflete o que foi visto em campo. O Brasil venceu o Uruguai, nesta quinta-feira (14), por 4 a 1, mas poderia ter sido por muito mais. Em noite irreconhecível, se comparada às últimas, a Seleção de Tite pressionou, driblou, correu e fluiu como merecedora do título de única pentacampeã do mundo. A partida, disputada na Arena da Amazônia, em Manaus, marcou a volta do público aos jogos do Brasil após mais de dois anos. A última exibição com torcida tinha sido a final da Copa América de 2019, em julho daquele ano, no Maracanã. Os gritos de “olé”, entalados na garganta há tanto tempo, foram entoados com emoção justificada. Na etapa inicial, Neymar, aos 4 minutos, e Raphinha, aos 17, iniciaram o show. Na final, a joia de 24 anos, convocada para sua primeira Data Fifa da carreira, coroou sua atuação brilhante com mais um tento, aos 13 minutos. Suárez marcou o gol de misericórdia do Uruguai, aos 32, em bela cobrança de falta, mas Gabigol não teve pena e, aos 38, ampliou o placar e impediu qualquer chance de reação adversária. O Brasil volta a campo no dia 11 de novembro, para enfrentar a Colômbia, pela 13ª rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022. A próxima Data Fifa ainda terá um jogo contra a Argentina, no dia 16 de novembro. A Seleção de Tite segue invicta e líder do torneio classificatório para o Mundial, com 31 pontos conquistados. São 10 vitórias e um empate em 11 partidas, 24 gols marcados e apenas quatro sofridos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *