Um dos precursores do Cinema Novo, cineasta baiano Rex Schindler morre aos 99 anos

Um dos precursores do Movimento do Cinema Novo ao lado de nomes como Glauber Rocha, Roberto Pires, Braga Neto e Oscar Santana, o cineasta baiano Rex Schindler morreu aos 99 anos, na madrugada desta segunda-feira (20). De acordo com informações do Metro1, o artista teve falência múltipla dos órgãos. Ainda segundo a publicação, o sepultamento do cineasta está previsto para acontecer às 15h, no cemitério Jardim da Saudade, localizado no bairro de Brotas, em Salvador. Filho do alemão Sigisfred Sigismund Schindler e da baiana Erudina Alves dos Santos, Rex Schindler nasceu em 8 de maio de 1922. Em 1936 concluiu a graduação em Medicina. Foi através do curso que ele participou da fundação do Teatro dos Estudantes da Bahia. Após incursão nas artes, ele atuou como roteirista, argumentista, produtor e diretor de cinema. A filmografia do cineasta baiano inclui as obras “A grande feira”, de 1961; “Tocaia no asfalto”, de 1963; e Bahia, Por Exemplo”, de 1971.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *