Petrobras deve arrendar terminal na Bahia por R$ 102 mi

A Petrobras irá concluir nos próximos dias o contrato de cessão, válido até o final de 2023, do Terminal de Regaseificação de Gás Natural Liquefeito (GNL) da Bahia, no valor de R$102 milhões. O contrato de arrendamento, onde o proprietário repassa seu bem para outra pessoa utilizar, mediante o pagamento de remuneração, tem a intenção de otimizar sua alocação de capital, além de colaborar para a construção de um ambiente mais favorável à entrada de novos investidores do segmento de gás natural no Brasil. A concessão do terminal na Bahia atende a um acordo firmado entre Petrobras e órgão antitruste Cade. Os planos da nova companhia que irá assumir o terminal de GNL na Bahia, é realizar a instalação de um navio no local. Dessa forma, será possível que a Petrobras mova seu navio regaseificador da unidade baiana para o Terminal de Regaseificação de GNL de Pecém, no Ceará. O movimento da Petrobras visa otimizar sua alocação de capital, além de colaborar para a construção de um ambiente mais favorável à entrada de novos investidores do segmento de gás natural no Brasil. Procurada, a Petrobras não comentou imediatamente. A Excelerate Energy não pôde ser imediatamente contactada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *