Com investimento de mais de 1 milhão, Araci terá agroindústria modernizada para produzir flocão de milho

As iniciativas de acesso a mercado e de modernização das agroindústrias têm permitido o lançamento de diversos produtos da agricultura familiar na Bahia. Na comunidade de Caldeirão, zona rural do município de Araci, os agricultores e agricultoras se preparam para lançar mais um produto no mercado: o flocão de milho. É que foi assinada, nesta sexta-feira (10/09), a autorização para utilização dos aportes do Projeto Bahia Produtiva no valor de mais de R$ 1,1 milhão, que serão aplicados na requalificação da agroindústria de beneficiamento de milho da comunidade, beneficiando mais de 300 famílias da Associação Comunitária dos Pequenos Agricultores de Caldeirão (ACOPAC). “Para a comunidade, essa requalificação será de grande importância porque agregará produtos de qualidade e, consequentemente, aumentará em 50% a renda dessas famílias. Por meio desses investimentos, estamos construindo junto com o Bahia Produtiva as bases para o lançamento do novo carro-chefe da comunidade: o flocão de milho”, comenta o presidente da Associação, Rivailton Oliveira. A modernização da agroindústria virá com a substituição de todo o maquinário existente no local: um degerminador, novas máquinas de precisão e pesagem, um silo para armazenamento e uma esteira que fará o fluxo do processo dentro do empreendimento. Com os novos equipamentos, a produção na agroindústria passará de 600 quilos de derivados para 5.000 quilos em uma jornada de oito horas. Para o Agente Comunitário Rural (ACR) João Luiz Lima, os novos recursos impactarão diretamente no acesso aos mercados dos produtos da associação. “Aqui na região, hoje, já existe a cultura de produzir o milho. Mas agora vamos poder expandir a produção para mais mercados, gerando mais renda para todos”.

Agroindústria será modernizada para aumentar produção e diversidade de produto | Foto: Divulgação

Fubá de Milho

Os produtos derivados de milho como creme de milho, xerém (mungunzá) e milho para insumos de rações animais ganharão agora a parceria do flocão de milho, que terá a comercialização iniciada em 2022. O assistente e gerente territorial da Companhia de Ação e Desenvolvimento Regional (CAR), José Silva, explica sobre a participação do Bahia Produtiva no processo de lançamento do flocão de milho: “Os investimentos abarcam desde os maquinários até a concepção da marca, plano de negócios, logística de embalagens e comercialização do novo flocão. Será um grande avanço para a comunidade”.

Creme de milho é um dos produtos que a Associação produz atualmente, além de mungunzá e farelo de milho (utilizado como rações para animais)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *