Afeganistão: talibãs autorizam saída de 200 estrangeiros

Cerca de 200 pessoas, de nacionalidade americana e de outros países, devem sair nesta quinta-feira (9) do Afeganistão, em voos charter que vão partir do aeroporto de Cabul. Ainda não se sabe se os estrangeiros que partem agora estavam entre as centenas de pessoas concentradas há dias no aeroporto de Mazar-i-Sharif, onde continuam seis aviões na pista, mas sem autorização para levantar voo. A saída dos civis estrangeiros, que não conseguiram partir do Afeganistão durante a ponte aérea das últimas duas semanas de agosto – período durante o qual foram transportadas 124 mil pessoas –, foi anunciada por um representante do governo norte-americano.. A fonte, que pediu anonimato, disse que a partida foi autorizada pelos talibãs após pressão do representante especial dos Estados Unidos (EUA) Zalmay Khalilzad. Esta será a primeira vez que voos internacionais são organizados a partir do aeroporto de Cabul, desde que os militares estrangeiros deixaram o Afeganistão no final de agosto, na sequência da tomada da capital pelos radicais islâmicos. O anúncio foi feito dois dias após a apresentação do governo interino, que não correspondeu às expectativas da comunidade internacional. O governo interino afegão é composto principalmente por homens da etnia pashtun, incluindo suspeitos de terrorismo e radicais islâmicos. A composição do governo foi interpretada pelos governantes ocidentais como mais um sinal de que os talibãs não pretendem adotar uma atitude moderada, como prometeram antes da saída dos militares estrangeiros. O anúncio da composição do novo governo afegão mereceu declarações de desapontamento da União Europeia e a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki afirmou que os talibãs não são membros respeitados da comunidade internacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *