‘Me calei por muito tempo’, diz Pamella após divulgar vídeos em que é agredida por DJ Ivis

Pamella Holanda, ex-mulher do DJ Ivis, se pronunciou pela primeira vez após divulgação das imagens em que aparece sendo agredida pelo músico (assista aos vídeos). Em publicações em uma rede social, na manhã desta segunda-feira (12), ela disse que agora está segura e que “não existe fama, status, dinheiro, posição social, contato ou influência” que permitam que Ives fique impune. “Eu me calei por muito tempo! Eu sofria com minha filha, sem apoio até dos que diziam estar ali pra ajudar, que eram coniventes e presenciavam tudo calados sem interferir com a desculpa que eu tinha que aguentar calada porque era o ‘jeito dele’, era esse o ‘temperamento dele’ e que se eu quisesse viver com ele, teria que me sujeitar e ser submissa. Não se calem!!! Não se calem jamais!!! Eu não vou me calar!”, escreveu Pamella no Instagram. Na série de publicações, Pamella também agradece o apoio que tem recebido e afirma que não está bem, mas que ela e a filha de 9 meses, fruto do casamento com DJ Ivis, estão seguras. “Hoje o meu choro é de alívio”, escreveu (leia a publicação na íntegra no final desta reportagem). DJ Ivis se manifestou sobre o caso por meio de sua assessoria: “Irei cumprir a decisão da medida protetiva e permaneço à disposição da justiça”, disse. Conforme a defesa de Pamella Holanda no caso, a decisão da Justiça que garante uma medida protetiva foi obtida em 4 de julho. A agressão registrada no vídeo ocorreu antes dessa data. A juíza Maria José Sousa Rosado de Alencar, da Comarca de Fortaleza, negou no domingo (11) o pedido do advogado do DJ Ivis para remover o conteúdo em que ele aparece agredindo a ex, Pamella Holanda. O músico também pedia que Pamella fosse proibida de comentar sobre o assunto com a imprensa, “principalmente onde citem a filha menor”, o que também foi negado na Justiça. (G1).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *