PF investiga desvio de R$ 2,5 milhões do Ministério do Trabalho

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (22), uma nova fase da Operação Registro Espúrio, que apura suposto esquema de ocultação de bens obtidos por meio de fraudes em registros sindicais no Ministério do Trabalho. Agentes cumprem quatro mandados de busca e apreensão. A investigação aponta desvio de mais de R$ 2,5 milhões do Ministério do Trabalho por um representante sindical. A Polícia Federal também apurou que ele teria usado a companheira para ocultar bens e valores. Os envolvidos vão responder pelo crime de lavagem de dinheiro e a pena pode chegar a 10 anos de prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *