Milho registra o menor preço desde março; confira notícias desta terça

O indicador do milho do Cepea voltou a recuar após ter ensaiado uma recuperação no encerramento da semana passada. A cotação variou -1,5% em relação ao dia anterior e passou de R$ 89,87 para R$ 88,52 por saca. Ainda assim, no acumulado do ano, o indicador valorizou 12,55%. Em 12 meses, os preços alcançaram 86,12% de alta. Na terceira semana de junho, as exportações de milho seguiram em ritmo bastante lento na espera da aceleração sazonal causada pela colheita da safrinha. No período, foram embarcadas apenas 494 toneladas de milho. Dessa forma, a média diária embarcada caiu de 202 para 162,8 toneladas, uma queda de quase 20%. Em um dia de baixa no dólar e ligeira valorização das cotações da soja negociada em Chicago, o mercado brasileiro teve poucos negócios, de acordo com a consultoria Safras & Mercado. Em Passo Fundo (RS), a saca subiu de R$ 146 para R$ 148, no porto de Paranaguá (PR), foi de R$ 152 para R$ 156, enquanto que em Dourados (MS), a saca recuou de R$ 144 para R$ 141. As exportações de soja na terceira semana de junho ficaram levemente abaixo da segunda e somaram 2,466 milhões de toneladas. Dessa forma, a média diária embarcada caiu de 637,56 mil para 582,05 mil toneladas, uma queda de 8,7%. Na comparação com junho de 2020, houve um recuo de 4,1% no volume exportado.

Café: alta em Nova York sustenta preços no Brasil

De acordo com a consultoria Safras & Mercado, os preços do café no mercado brasileiro tiveram sustentação com a alta observada em Nova York. No sul de Minas Gerais, o arábica bebida boa com 15% de catação subiu de R$ 810/815 para R$ 820/825, enquanto que no cerrado mineiro, o bebida dura com 15% de catação passou de R$ 820/825 para R$ 830/835 por saca. Em Nova York, as cotações do café arábica seguem com comportamento bastante volátil, mas fecharam o dia com alta consistente em toda a curva futura. O movimento ocorreu em virtude de ajustes técnicos nas posições dos especuladores. O vencimento para setembro valorizou 1,33% na comparação com o dia anterior e passou de US$ 1,5195 para US$ 1,5405 por libra-peso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *