Irmãos se encontram após 35 anos separados

Foi uma matéria sobre produção de melão num assentamento goiano, que fez os irmãos Vera e Manoel se reencontrarem, após 35 anos separados. A reportagem mostrava a família da Vera Lúcia Augusto Bastos Lima, de 59 anos, que foi encontrada pela sobrinha do Manoel Augusto de Bastos, de 60 anos. Como a jovem sabia do desejo imenso do tio em achar a irmã, ela não hesitou em buscar mais informações para localizar Vera. Eles já conversaram por videochamada e se emocionaram bastante, mas ainda não se reencontraram pessoalmente. Manoel garante que isso acontecerá logo. Os dois irmãos são do Pará e hoje vivem na região centro-oeste.

Buscas

Vera e Manoel se viram pela última vez nos anos 80, quando ainda viviam na região de Cuca, que é uma zona de garimpo no Pará. Depois foram separados pela vida. Com casamentos e trabalho, Vera chegou até Mundo Novo, em Goiás, e Manoel foi para Ceilândia, no Distrito Federal. O reencontro parecia impossível, apesar de Manoel nunca ter perdido a esperança. E foi a sobrinha dele, Ruth Gracielly Alves Fonseca, quem trouxe a notícia tão esperada. A jovem já buscava por Vera há dois anos. “Cheguei a enviar mensagem para todas as Veras Lúcias do Facebook que encontrei”, lembra. Quando viu a matéria no site do Incra, Ruth imediatamente entrou em contato com a redação e pediu mais informações, contando a história do tio. “Eu li e vi que o nome completo era semelhante, então mandei mensagem e graças a Deus me responderam”, afirma feliz.

Reencontro

Após a conversa vídeochamada, Manoel disse que ficou “bobo”, não teve reação. “Demorou para cair a ficha”. Manoel garante que o encontro pessoalmente acontecerá neste mês. Ele viajará até a cidade onde Vera mora para poder lhe dar um abraço, após essas 3 décadas separados. A gente já imagina como será emocionante este momento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *