Bolsonaro diz que Brasil terá no mínimo 22 milhões de vacinas em março

Em conversa com apoiadores, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que o Brasil terá, em março, mais 22 milhões de vacinas. Segundo o chefe do Executivo, o país só poderia iniciar a compra dos imunizantes após a aprovação da Anvisa. “Alguns criticam o Brasil… a vacina a gente só podia comprar depois que a Anvisa autorizar, não podia comprar qualquer negócio que aparecesse. Então essas vacinas começaram a ser certificadas pela a Anvisa e estamos comprando”, disse. O presidente afirmou, ainda, que o Brasil é o sexto país que mais vacina. No entanto, de acordo com dados do Our World In Data, a afirmação está incorreta. Segundo o levantamento, realizado pela Universidade de Oxford, o Brasil ocupa a 20ª colocação em questão de imunização. O Brasil alcançou nesta segunda-feira (1º) o índice de 3.97 na relação entre o total de doses aplicadas e sua população total, aponta o estudo. O índice é uma forma de mensurar o total da população que recebeu pelo menos uma dose. Até a tarde desta segunda-feira, o Brasil tinha aplicado 8,43 milhões de doses, de acordo com o Our World in Data. Ainda segundo o levantamento, Gibraltar lidera a lista de vacinação com índice de 109.25, seguido por Israel (93.50), Seychelles (76.36) e Emirados Árabes Unidos (60.87). Embora Bolsonaro tenha errado na informação sobre a vacinação no país, ele lembrou que a imunização em Israel está avançada.(CNN Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *