”Volta às aulas só após crise da Covid-19 diminuir”, defende presidente da AL-BA

Para o deputado Adolfo Menezes (PP), presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o retorno às aulas não pode acontecer agora, “justo quando a curva da contaminação e de óbitos em decorrência da Covid-19 chega ao seu ponto mais elevado, comprometendo o atendimento nas redes particular e pública de saúde”. Um grupo de aproximadamente 60 pessoas protestaram em favor da volta às aula em frente à AL-BA, nesta quinta-feira (18). De acordo com a assessoria da Casa, o grupo não pediu qualquer audiência. Para os manifestantes, não há motivo sanitário que justifique o fechamento das escolas., fato que “pune crianças e jovens de forma desrespeitosa”. Da AL-BA o grupo seguiu em direção à Secretaria de Educação e à Governadoria.

Siga o site Voz do Campo no Instagram!

Por meio de nota, o presidente da AL-BA afirmou que “compreende a aflição dos pais, é solidário, pois haverá uma indesejável lacuna no aprendizado e mesmo na socialização de todos os estudantes que vivenciaram a pandemia, mas insiste que todo pode ser mitigado, contornado, e até o tempo perdido pode ser recuperado, menos a saúde e a vida”. “Não é o momento e falar em retorno às aulas presenciais. É melhor atender as recomendações dos especialistas, da ciência, que recomenda a todos nesse momento grave, prudência e a menor exposição possível ao novo coronavírus”, enfatiza Adolfo. (Bahia Notícias).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *