Anvisa exige exame de Covid-19 para passageiros vindos do exterior

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai passar a exigir a realização do exame RT-PCR para todos os passageiros que cheguem no Brasil vindos do exterior. A medida começa a valer a partir do dia 30 de dezembro deste ano. Apesar de ter sido anunciada nesta quarta-feira (23), a medida já está valendo para os voos que partem do Reino Unido, desde segunda-feira (21). O objetivo é evitar a proliferação do novo coronavírus, que teve uma mutação identificada recentemente. Conforme noticiou o site Poder 360, além do exame RT-PCR, todos os passageiros vindos do exterior devem preencher a Declaração de Saúde do Viajante (DSV). O documento pode ser encontrado no site da Anvisa. A DSV deve ser apresentada pelo passageiro diretamente à companhia aérea, antes do embarque. De acordo com a Anvisa, o exame de diagnóstico da Covid-19 deve ser realizado em até 72 horas antes do voo. Passageiros que não apresentarem o resultado negativo correm o risco de serem mandados de volta ao país de origem, mesmo que sejam brasileiros. Ainda segundo a publicação, a portaria da Anvisa não estabelece prazos mínimos de quarentena a quem desembarca no Brasil. Também não foi estabelecido prazo para que a medida deixe de vigorar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *