Mesmo com recordes de queimadas no Brasil, ministro do Meio Ambiente ganha medalha por ”notáveis serviços”

Embora o mandato do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) seja marcado por recordes de queimadas na Amazônia e no Pantanal, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi homenageado pelo Corpo de Bombeiros. A corporação do Distrito Federal entregou uma medalha ao ministro por “notáveis serviços” prestados à sociedade. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, a Comenda da Ordem do Mérito Bombeiro Militar do Distrito Federal Imperador Dom Pedro II foi entregue a Salles na semana passada, em uma solenidade realizada no auditório José Nilton, na sede da corporação, em Brasília. Essa honraria é concedida a militares, autoridades e civis que tenham se destacado no exercício da função. Mas o título é contraditório se levado em conta que, só no Pantanal, as queimadas ocorridas neste ano foram as piores de toda a série histórica registrada desde 1998. Enquanto isso, o Ministério do Meio Ambiente se eximiu da responsabilidade e defendeu a polêmica tese do “boi bombeiro”, que se refere à extensiva criação de gado, como forma de reduzir os incêndios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *