Valença: Acusado de estupro se apresenta à polícia e diz ter ”fascínio por pedofilia”

Acusado de estuprar uma criança de dez anos, o proprietário de uma barraca de praia em Valença, no Baixo Sul, se apresentou à polícia nesta quarta-feira (11). O homem foi ao local junto com um advogado. Segundo o G1, o acusado disse em depoimento que é doente, tem “fascínio por pedofilia” e que precisa de ajuda. Conforme o delegado José Raimundo Neri Pinto, ele foi ouvido e depois liberado, por não ter havido flagrante. No entanto, ele deve responder pelo crime de estupro de vulnerável. O acusado estava desaparecido desde o domingo (8) quando o crime teria ocorrido na localidade de Guaibim. No mesmo dia, um grupo ateou fogo na barraca dele . Dois dias depois, na terça-feira (10), moradores fizeram um protesto. Eles pediam a prisão do suspeito. Foram bloqueados os dois acessos da avenida principal, que dá acesso à região das praias. Os manifestantes também fizeram barricadas e incendiaram objetos, impedindo a passagem de veículos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *