Coca-Cola vai fechar sede regional na Argentina e mudar administração para o Brasil

Na última quarta-feira (30), a Coca-Cola anunciou a transferência do escritório administrativo da companhia. A sede regional sairá de Buenos Aires, na Argentina, e virá para o Rio de Janeiro, no Brasil. Segundo o jornal argentino La Nación, a multinacional está passando por uma reorganização global que contempla a criação de três novas zonas geográficas. Essas novas zonas substituirão a estrutura atual e trabalharão em estreita colaboração com as equipes de liderança global da corporação. No novo modelo, ainda de acordo com a reportagem, o Brasil assume o lugar da Argentina como liderança regional. Em nota, a Coca-Cola afirmou que a operação se trata de uma reestruturação corporativa, sem qualquer relação com as fábricas. Após as repercussões da decisão, a Coca-Cola divulgou uma comunicado nas redes sociais em que nega categoricamente a transferência de suas operações na Argentina. “Na América Latina, a reorganização implica a criação de três novas zonas que substituirão a estrutura atual [que opera em Buenos Aires] e funcionarão com as equipes globais. A Argentina está integrada na nova estrutura do sul da região, que inclui Brasil, Paraguai, Uruguai, Chile e Bolívia”, garantiu a empresa. A empresa ainda esclarece as produções, embalagens e distribuições dos produtos seguirão normalmente no país. “A Coca-Cola tem 1 relacionamento próximo com a Argentina, com compras anuais de US$ 500 milhões em produtos de economias regionais”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *