Organização Mundial da Saúde diz que Covid-19 é dez vezes mais letal que H1N1

O novo coronavírus é dez vezes mais letal que a gripe A (H1N1), de acordo com autoridades da Organização Mundial da Saúde (OMS), que pede uma suspensão lenta das regras de confinamento. “Os dados coletados em vários países nos dão uma imagem mais clara desse vírus, de seu comportamento, da maneira de contê-lo. Sabemos que a COVID-19 se espalha rapidamente e sabemos que é letal: dez vezes mais do que o vírus responsável pela pandemia de gripe de 2009”, declarou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus na última segunda-feira (13). Enquanto a nova pandemia deixou mais de 115 mil mortos desde o seu surgimento em dezembro, a gripe A (H1N1) deixou 18.500 mortos, segundo a OMS. No entanto, a revista médica Lancet estimou o número de mortes entre 151.700 e 575.400. Na falta de uma vacina contra o novo coronavírus, o órgão mundial incentiva os países a lançarem campanhas de diagnóstico generalizadas entre os casos suspeitos, colocá-los em quarentena e acompanhar seus contatos. “Por fim, o desenvolvimento e a distribuição de uma vacina segura e eficaz serão necessários para impedir completamente a disseminação”, indicou. Com a pressão para que a atividade econômica retorne, o diretor da OMS recomendou que os países encontrem “o equilíbrio entre as medidas para combater a mortalidade por COVID-19 e outras doenças devido aos sistemas de saúde sobrecarregados e ao impacto socioeconômico”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *